Beleza durante a quimioterapia

08.08.2013 - 20:00 Beleza Rosto & Corpo 26 comentários
Flávia Flores/Divulgação
Flávia Flores, autora do "Quimioterapia e Beleza" Próxima Ver mais fotos
Flávia Flores, autora do "Quimioterapia e Beleza"

Flávia Flores tem 36 anos e já foi modelo, representante comercial, gerente de marketing e figurinista. Mas seu cargo atual é escritora – ela cuida do “Quimioterapia e Beleza”, página do Facebook que ajuda a manter a autoestima durante o difícil período de uma descoberta de câncer. A motivação é autobiográfica: Flávia descobriu que estava com câncer de mama em outubro de 2012. No mês seguinte ela passou por uma mastectomia e iniciou a quimioterapia.

Conheça o projeto De Peito Aberto

Após o diagnóstico, ela conta que transformou o quarto em camarim, cheio de lenços, perucas e chapéus. Limpou as maquiagens e comprou dezenas de cílios postiços. “Eu não queria me sentir feia. Não queria perder meu brilho, meus cabelos e minha cor”, conta Flávia. “Assim que parei de chorar, ainda em outubro, fiz uma pesquisa na Internet pra saber quais artifícios de beleza que eu poderia usar durante o tratamento, mas não encontrei. Então batizei a minha página de ‘Quimioterapia e Beleza’ por causa dessa pesquisa”, explica. Hoje, já são mais de 30 mil fãs que compartilham fotos e histórias.

Diversidade feminina é o tema do novo editorial de Carine Roitfeld

A novidade agora encontra a recente polêmica envolvendo Marina Ruy Barbosa, que interpreta a personagem com câncer em “Amor à Vida”. O autor da novela, Walcyr Carrasco, inicialmente tinha pensado em raspar os cabelos da atriz, mas voltou atrás na decisão depois de um protesto dos fãs de Marina pelo Twitter. “Algumas mulheres não aceitam o fato de perder os cabelos”, diz Flávia. Ela mesma achava isso um pesadelo. Apesar disso, decidiu encarar com bom humor. “Chamei uma amiga alto astral e um amigo cabeleireiro; abrimos um vinho e raspamos. Não foi triste, eu já tinha minha página e uns 500 seguidores”, lembra. Flávia também filmou o processo pra ajudar outras garotas a serem fortes também.

Saiba mais sobre o livro da dupla da Oficina de Estilo

E apesar de não pretender fazer um barulho grande, ela não vai parar com a página tão cedo. Pelo contrário: está escrevendo um livro com lançamento previsto pra outubro de 2013 – mês conhecido como “Outubro Rosa”, dedicado à luta contra o câncer de mama. Clique na galeria pra ver mais fotos dela!

Tags:                          

Compartilhe Imprimir Google + Pinterest

Comentários (26)

  • ana disse:

    parabéns pela atitude de mostrar que a mulher pode continuar linda durante o tratamento.
    Deus te abençoe .

  • marcia disse:

    oi esperança força ja passei por isso deus te abençoe

  • esperança disse:

    tambem stou em tratamento de cancer de mama.meu medico me passou 16 quimio.hoje fiz a 13*,depois vou fazer 28 de radio.O inicio e o pior de tudo.agora eu me sinto como stivesse em coma profundo e so irei sair desse coma na ultima sessao da radio.parei de reciamar e de me lamentar.vou renascer das cinzas.vou começar minha vida do zero.tenho 38 anos,tenho um filho de 14 anos.sou casada.stou desempregada,sou muuuuuuuuuito vaidosa,vivem me elogiando nas minhas maquiagens.eu malhava muito,agora nao posso frequentar a academia,perdi medidas e tudo virou em celulite.antes eu gostava do meu corpo, agora nao mais;stou palida,e flacida.nao vejo a hora de voltar a malhar e conquistar um emprego.nao saio de casa p nada.so p as sessoes e voltas ao meu medico.so eu e meu travesseiro sabe oq stou passando.

  • Edna Santini disse:

    Conheci a Flavia há uns nove anos, primeiro ouvi falar dela ” é a representante mais linda que temos”, achei que era puxa-saquismo rsrsrsr…mas quando a vi, ela não era só linda, ela era simpática, divertida e muito querida! Nossa amizade sempre foi muito intensa pois somos pessoas intensas. Um dia eu liguei pra ela e ela me disse “eu estou com câncer”, como se dissesse eu estou na praia. Eu nunca tinha tido contato com alguém com a doença e fiquei muito espantada… chorei por ela. E o dia que nos encontramos, eu moro em São Paulo e ela em Floripa, era a mesma, como assim?! e ela me disse “o câncer é problema do medico”! Minha amiga é uma guerreira desde sempre e o câncer dela um instrumento para pessoas que tratam a doença como o fim aprenderem que é um novo começo!

  • OI QUERIDA QUE JESUS TE DE MUITA FORÇA VC VAI VENCER ISSO TUDO POIS E MUITO ILUMINADA, SO DE OLHAR SEUS OLHOS SE NOTA QUE TEM JESUS NO CORAÇÃO FIQUE COM JESUS .

  • silvia disse:

    minha familha tambem passamos ,pelo cance mas deus e muito bom e nos recuperamos ,o meu irmao teve leucemia,e hoje ele esta muito bem,linda a sim como deus curou meu irmao vai cura voce tambem flavia ele nunca deixou a quimioterapia derruba ele.beijos

  • Adenilde Vasconcelos disse:

    Oi Flávia, compartilho com você a força, a fé e a alegria. Dia 30 último me submeti à colocação do silicone em substituição ao expansor. No meu caso, não há um único parente que tenha tido câncer de mama, não sou obesa, jamais fiz uso de anticoncepcionais, ou comi hambúrgueres ou coxinhas (por não gostar mesmo), tomo muito pouco refrigerantes, pouco álcool e pouca gordura. Até dez/2008 estava tudo bem, em março de 2012 foi retirada a minha mama com Carcinoma Ductal Invasivo de Graus 3 (histológico, nuclear e arquitetural). No entanto venho sofrendo stress muito forte desde agosto/2004 e foi se acentuando fortemente, especialmente a partir de outubro de 2008.
    Desejo a você sorte, saúde e sucesso.
    Adenilde

  • Lucia Santos disse:

    Olá Flávia, também passei por este problema de saúde e fiz Quadrantectoima em Abril de 2012, e também passei pelo processo de quimeoterapia, mas estou aqui viva e feliz, tudo foi muito dificil para mim, parabéns pela sua força e bom humor num momento tão dificil, mas tenho certeza que Deus somente nos permite passar pelo que podemos suportar.
    Que o Senhor Jesus ter abençoe, pois ele já te curou.
    Beijos!!!!!!

  • ana kirk disse:

    Sempre tive muita resistência para ler ou falar sobre o mesmo problema seu (câncer de mama) e por coincidência descobrimos na mesma data outubro/12, Já fiz quimioterapia, fiquei internada por 12 dias com infecção devido a baixa imunidade, depois operei em 29/05/13 mastectomia radical total mama esquerda e hoje estou em fase final de radioterapia. Tenho 61 anos, trabalho fora até hoje (licenciada) sou muito vaidosa, mas nunca perdi a fé e a esperança da cura. Tenho O pai eterno e N.Sa. Perpétuo Socorro, Jesus e muitos Santos de minha devoção a quem recorro. Mas quero te dizer que você é linda e Deus irá te abençoar com a cura. Não lastimei a mutilação da mama, a queda do cabelo em toda parte do meu corpo, o aspecto doentio que fiquei porque o objetivo maior é e sempre será DEUS E A CURA.

  • Muito bonita a sua atitude que Deus ti de força para continua esse movimento e pra mostra que essa doença tem cura parabéns!que Deus lhe abençoe.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>